Equipa Técnica

Rafael Janeiro
(realização, edição e coprodução)
Rafael Janeiro (Santiago de Compostela, 1969), documentalista, artista sonoro e visual, e editor, iniciou a sua caminhada no audiovisual desde a vinculación com o âmbito do teatro e o espectáculo através da Sala Nasa (Santiago), onde coordenou durante anos o arquivo de imagen, colaborando com numerosos grupos e artistas de âmbitos diversos. Tem realizando vídeos para montagens teatrais, visuais ao vivo, videoclips de bandas, documentação de espectáculos e também produção musical. Tem trabalhado como operador de câmara e editor de vídeo para diversos meios de comunicação e participou na realização dos documentários O tempo dos nenos (2011) e Porta para o exterior (2016). Atualmente faz parte do projeto de desenvolvimento cultural e criativo comunitário Axóuxere Editora e desenrola a sua pesquisa entre o poético, o sonoro e o visual baixo a alcunha nenoescuro.

Eduardo Maragoto
(coprodução)
Eduardo Maragoto trabalha em Escolas Oficiais de Idiomas (EOI) desde 2000, sendo professor de língua portuguesa na EOI de Santiago de Compostela desde 2006. Tem licenciatura em Filologia Portuguesa e mestrado em Estudos Medievais Europeus: Imagens, Textos e Contextos pela Universidade de Santiago de Compostela (USC). Desde 2006 até 2010 pertenceu ao Conselho de Redacçom do jornal Novas da Galiza, jornal onde coordenou os trabalhos de correção linguística até 2012, bem como a seção Além Minho. Na atualidade é presidente da Associaçom Galega da Língua (AGAL). Autor do manual de língua Como Ser Reintegracionista sem que a Família Saiba e coautor dos livros Manual Galego de Língua e Estilo, Ortografia Galega Moderna (Confluente com o Português no Mundo), Quês e Porquês do Reintegracionismo e dos documentários Entre Línguas, Em Companhia da Morte e A Fronteira Será Escrita. Também é coautor da proposta “Critérios para orientar a escrita da língua do Vale de Xálima”.

Valentim Fagim
(coprodução)
Nasceu em Vigo (1971). Professor de Escola Oficial de Idiomas, licenciado em Filologia Galego-portuguesa pola Universidade de Santiago de Compostela e diplomado em História. Trabalhou e trabalha em diversos âmbitos para a divulgaçom do ideário reintegracionista, nomeadamente através de artigos em diversas publicações, livros como O Galego (im)possível, Do Ñ para o NH (2009) ou O galego é uma oportunidade (2012). Realizou trabalho associativo na AR Bonaval, Assembleia da Língua de Compostela, no local social A Esmorga e na AGAL, onde foi presidente (2009-12) e vice-presidente (2012-15). Co-diretor da Através Editora e coordenador da área de formação. Académico da AGLP.

Sabela Fernández e José Ramón Pichel
(roteiro)
Para Sabela Fernández e José Ramón Pichel, parte ativa nos primeiros passos no roteiro do documentário, esta é a sua segunda experiência no audiovisual. Filóloga e engenheiro informático, são membros da Comissão audiovisual de AGAL. Ideadores e realizadores do documentário “Porta para o exterior”, que foi lançado em 2016.